Escolha uma Página

 

O que faz com que irmãos briguem tanto ? Idade, personalidade, influencia externa, quais seriam os principais motivos para tantas famílias reclamarem da relação estabelecida entre os filhos ?

Pensar em uma família com dois ou mais filhos envolve necessariamente falar de uma gestão de conflitos. As famílias abençoadas com um convívio feliz e tranquilo estão completamente fora da curva, e costumo acreditar que com um olhar mais a fundo se perceberá alguma coisa acontecendo.

O que estou tentando dizer inicialmente é que é praticamente impossível que irmãos não briguem. Aliás, esses conflitos são importantes para a construção da personalidade dos mesmos. É expondo opiniões e descontentamentos que se aprende um importante repertório verbal. O problema é quando estes conflitos passam a atrapalhar o convívio familiar e consequentemente criam feridas na relação dos irmãos.

Por mais que o modelo de educação seja o mesmo, sabe-se que cada criança receberá as influencias ambientais de uma forma completamente diferente. E também sabemos que SIM, existem diferenças no trato entres os filhos. Antes que os pais comecem a se punir, saibam que isso é completamente natural.

Isso ocorre porque assim como as crianças recebem a educação de uma forma única e particular, os pais também interagem de forma particular com cada um dos filhos. E são nessas particularidades que geralmente se começam os conflitos entre os irmãos.

Principais motivos que geram conflitos entre os irmãos:

  • Sentimentos de predileção (ciúme);
  • Invasão do espaço;
  • Competitividade;
  • Faixa etária;

Talvez fosse possível listar mais alguns motivos aqui, no entanto, estes são os que mais tem sido percebidos no espaço do consultório. Obviamente as explicações para determinados problemas não podem recair apenas sobre estas situações de forma generalizada. É na história individual de cada sujeito e na forma como o mesmo interage com suas contingências que se encontram as questões a serem respondidas para resolução dos conflitos.

Mas Kleiton o que pode ser feito então ?

Vou listar aqui 5 dicas que podem ser tomadas para prevenir e/ou amenizar as brigas que vem acontecendo aí na sua casa.

Resumo até aqui: Conflitos são normais entre os irmãos e inclusive são importantes para o desenvolvimento dos mesmos. Alguns fatores favorecem para que estes conflitos aconteçam.

Vamos lá !!

 

Cooperação é melhor que competição

 

Desde cedo é importantíssimo estimular um ambiente de cooperação na vida dos irmãos. Ambientes muito competitivos nos quais as partes buscam sempre superar o outro não são lá muito saudáveis. A competição é natural e não deixará de existir, o problema é quando a relação é baseada apenas nisso.

Algumas ações que podem favorecer a aprendizagem de comportamentos de cooperação:

  • Crie atividades que os irmãos façam em conjunto; 
  • Estimule situações em que um auxilie o outro; 
  • Não reforce comportamentos em que um buscou vencer o outro para conseguir a atenção dos pais;

 

Cuidado com a predileção

 

Como disse no início do texto, é normal que pais tratem os filhos de forma diferente, no entanto, não é normal que exista um desbalanceamento no que diz respeito a forma de tratamento destes filhos.

É de extrema importância uma autoavaliação das interações recentes com os filhos. Algumas perguntas a se fazer:

  • Se fosse o outro filho eu agiria da mesma forma ?
  • Ambos são responsáveis ou estou amenizando para uma das partes ? 
  • Tenho separado momentos de atenção de forma equilibrada ? 

 

Individualidade é importante

 

Existem dois extremos na relação com os filhos. Pais que acreditam que eles devem trilhar caminhos inteiramente separados, e pais que acreditam que irmãos são inseparáveis. Ambos agem de forma desmedida.

Como disse acima um ambiente de cooperação é importante entre os irmãos, entretanto, é de extrema importância que as individualidades de cada um sejam respeitadas. Às vezes um filho só quer um momento sozinho com os pais.

 

Evite comparações

 

Mas seu irmão com a sua idade não me dava tanto trabalho !

As notas do seu irmão são muito melhores, você não está se esforçando o suficiente !

São frases desse tipo que fortalecem alguns conflitos entre os irmãos. Comparar normalmente tem objetivo de mostrar ao outro um diferença negativa em relação a outrem para que este que está sendo comparado se sinta encorajado a mudar. O problema é que na maioria das vezes esse comportamento proporciona consequências que não necessariamente serão motivadoras para a mudança.

Com esse tipo de comparação frases do tipo, “VOCÊ GOSTA MUITO MAIS DELE DO QUE DE MIM” se fazem muito mais presentes.

 

Lide com os conflitos desde o início

 

Evite que os conflitos entre os irmãos se estendam temporalmente. Aquilo que era só uma mágoa inicial pode ganhar força com o decorrer do tempo, o que intensifica é serve como uma variável a mais para influenciar a criação de novos problemas entre os irmãos. Apague os focos de incêndio antes que eles tomem conta de um ambiente cada vez maior.

É fato que gerir estes conflitos é uma tarefa árdua, só não permita que a dificuldade dessa tarefa impeça que você aja sobre eles.

 

Espero que estas dicas auxiliem na gerência das brigas que você pode estar enfrentando em casa. Caso perceba que a coisa está se tornando insustentável procure um profissional para uma orientação mais específica.

Resumos deste texto encontram-se no meu Instagram e no meu Facebook, deem uma conferida em meu conteúdo por lá também.

 

ENDEREÇO

Galeria La Caja | Praça Cel. Justiniano, 71 | Piso Superior

Centro | Cambuí/MG